A guerra das máquinas de cartão

A guerra das máquinas de cartão

Olá investidor, estamos trazendo um caso de acontecimentos que veem incomodando gigantes de maquininhas de cartão. Acontecimentos que jamais poderiam ser previstos, e como sempre dizemos, independentemente de ser uma empresa consolidada no mercado, estão abertos a correr riscos, sejam eles financeiros ou até mesmo provocados por concorrentes.

               Gostaria de comentar um pouco dos acontecimentos da Cielo. Se voltarmos entre o final de 2017 e início de 2018, vimos que a Pagseguro, concorrente direta da Cielo iria fazer seu IPO na bolsa. Ou seja, iria abrir capital para acionistas. Muitos acreditavam que desta maneira Cielo iria se beneficiar por conta da diferença de preços. Nesta mesma época a Cielo tinha adquirido a empresa Stelo, o que a deixaria um pouco mais a frente deste mercado.

               Em meados de janeiro de 2018 acompanhamos sua primeira queda brusca diante ao mercado. Apesar de comentários positivos discutidos no parágrafo anterior, o mesmo fez com que perdesse mercado e após divulgar seu balanço em meados de maio de 2018, concretizou que a empresa estava com princípios de perda de mercado. Havia uma diferença de 7% de seu lucro líquido comparado com o ano de 2017 no mesmo período. O mesmo aconteceu com o POS (Pontos de venda) da empresa que caiu 5%. Muitas empresas como Itaú BBA e Credit Suisse relataram em seus reportes, previsões de quedas no lucro líquido da Cielo no mesmo ano. A princípio sua única saída para uma resposta momentânea, foi começar a vendar suas máquinas ao invés de só alugar, seguindo os passos da maioria de seus concorrentes.

               Após isso, quedas constates acompanham a Cielo, principalmente ao divulgar seus relatórios, que não estão nada bons para o momento. No dia 18/04/2019 foi um dia horrível para maioria das empresas que possuem em seu portfólio máquinas de cartão. A empresa Rede, do Itaú, anuncio na véspera do feriado da Páscoa que iria zerar taxas de antecipação de lojistas para comprar no cartão de crédito à vista. Notícia totalmente inesperada pelo mercado. Já que a Cielo possuide 30% a 40% de suas transações feitas por crédito, é de se esperar que a mesma perca de 10% a 20% de seu lucro líquido por conta do movimento da Rede (Reuters, 2019). Neste mesmo dia a bolsa de valores prejudicou bruscamente empresas como Cielo, Pagseguro, Linx e Stoneco dos EUA. Imagens abaixo representam as quedas:

CONCLUSÃO

Nós consideremos uma queda de 15% a 20% do valor investido como um aviso de algo está errado e deverá deixar de investir na empresa se comprovado acontecimentos prejudiciais a empresa. Se você tivesse comprado Cielo à R$25 em Jan/2018, e não tivesse saído do barco, cada ação sua estaria valendo hoje 02/05, R$7,68, presumindo uma queda maior a 67%.

O que a Rede fez é algo positivo para nos consumidores, mas pelo lado investidor, as empresas poderão deixar de arrecadar um valor grande, pois as antecipações geravam lucros. Será que as empresas aumentaram as taxas em outros sentidos para compensar a perda de um lado? A partir deste movimento é bem possível que outras empresas sigam o mesmo caminho, como o Banco Safra, que aderiu a proposta horas após o anúncio da Rede.

Voltando um pouco ao caso da Cielo, que veem me preocupando a partir de suas ações. A empresa a muito tempo tem deixado de investir em novas tecnologias e só está ‘seguindo’ o que outras empresas estão fazendo, deixando de inovar. Isto é muito prejudicial para o mercado todo, mas para algumas empresas  que não se reinventarem, cobrarem menos as taxas abusivas e não conseguirem fidelizar seus clientes, estarão totalmente expostos a seus concorrentes, que a cada dia estão mais agressivos.

Para alguns estes momentos podem ser uma entrada para as ações da Cielo, mas peço a você leitor e investidor, que estude bastante antes de por seu dinheiro em qualquer empresa. Em nenhum momento recomendo ou não a compra da mesma e de outras ações.

A guerra das maquininhas está só começando, e quando tivermos mais novidades sobre, voltamos aqui para comentar com vocês.

Espero que tenham gostado, abaixo fiquem a vontade para comentar e se possível nos siga no Instagram e Facebook, pois poderão ficar sabendo em primeira mão sobre novos posts e novidades do Investir Inteligente.

Investir Inteligente

Um grande abraço e bons investimentos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *